ARTIGOS DO PADRE XIKO

< Voltar para os Artigos

Uma etapa concluída

Uma etapa concluída

No ano de 2009,  fui tomado de surpresa ao ser nomeado pela CNBB para ser assessor eclesiástico  em nível nacional do Movimento de Cursilhos.

 Além de surpreendido senti-me desafiado, pois não me havia programado para isso

. Foram 10 anos de peregrinações pelo Brasil todo. 

Neste mês de janeiro, deixei a função, troquei de cadeira, mas não deixei,  nem troquei de missão. 

Durante esses 10 anos, ensinei, (se é que ensinei), mas também aprendi muito. Concluo essa etapa enormemente enriquecido e realizado. 

Tenho consciência de que a semeadura foi farta e generosa; quanto aos frutos, porém, não cabe a mim colhê-los.

 Conheci um pouco das enormes riquezas deste meu querido Brasil, riquezas naturais, culturais e humanas.

 Encontrei mulheres e homens de extraordinário valor, de grandeza e revestidos de  muita dignidade,  mas também  sofri e senti vergonha ao ver o que fizeram com o Brasil. 

Não entendo como tiveram coragem de saquear o nosso país. 

Nestes dez anos percorri grandes metrópoles, estive no cerrado, nas caatingas, nos descampados, bem como na pampa. 

Nunca tive problemas de entendimento e comunicação, pois sempre falamos a mesma linguagem em todos os lugares; ou seja, a linguagem do amor e da fé. 

Agora restam saudades e sentimentos de imensa gratidão a todas as pessoas (e não foram poucas) que me escutaram, que me compreenderam, que me apoiaram e, principalmente, que me acolheram em suas casas e, muito mais, em seus corações. 

Por tudo isso, ficam profundos agradecimentos pelo carinho e pela acolhida. Procurei levar o melhor de mim, mas sei das minhas limitações e por isso um pedido de desculpas por alguma palavra inadequada ou por alguma falha. 

Guardo profundos sentimentos de alegria pelos dias gratificantes, não posso negar, alguns cansativos, mas, a alegria e o entusiasmo sempre predominaram.

Reconheço que foram jornadas de  muita graça, pois não lembro, em dez anos, ter precisado tomar, sequer,  um ‘doril’,  durante as viagens.

Nunca me senti sozinho, pois procurei sempre levar comigo os amigos e minha comunidade.

Para traz ficaram lembranças de encontros, reuniões, palestras, sorrisos, gestos, gratidão e saudades. Agora sei que o “Brasil” cabe dentro de mim.  

Deixo uma palavra de carinho aos companheiros de equipe de coordenação, uma palavra de gratidão aos colegas de casa que compreenderam minha ausência, à comunidade que rezou e torceu pelo êxito do meu trabalho e de minhas viagens e por todos os gestos de carinho que recebi. 

A vida continua, mudamos de cadeira, mas a missão de evangelizar continua. Mudamos de função, mas não mudamos de direção. Mudamos de ritmo, mas não mudamos o espírito.  

Por fim, resumo em palavras: 

Uma palavra: gratidão

Um compromisso: amizade

Uma lembrança: carinho

Uma lágrima: pelos que partiram

Um desafio: nunca desanimar

Uma súplica: pela paz 

Um desejo: vida em abundância

 Uma prece: por todos.

Pe. Xiko, SAC 





Publicação: Em 25/01/2019 às 10:02h < Voltar para os Artigos

Deixe seu comentário:

LEMA DE SACERDÓCIO:

"Eu, o senhor, chamei-te realmente, eu te segurei pela mão, eu te formei e designei para seres a aliança com os povos, a luz das nações, para abrir os olhos aos cegos, para tirar do cárcere os prisioneiros e da prisão aqueles que vivem nas trevas" (Is.42,6).

contato@pexiko.com.br
Todos os direitos reservados www.pexiko.com.br © 2013
Desenvolvido por: