ARTIGOS DO PADRE XIKO

< Voltar para os Artigos

Onde encontrar Belém? Como viver o Natal?

Onde encontrar Belém? Como viver o Natal?

Onde encontrar Belém? Onde encontrar a gruta e a manjedoura? 

Como viver o espírito de Natal?  A gruta precisa ser construída dentro de cada um de nós, dentro de nossa casa, em nossos ambientes de trabalho e de convívio diário.

A manjedoura deve ser nosso coração, nossos sentimentos e nossa mente, e, então, conseguiremos descobrir o verdadeiro sentido do Natal, o espírito de Natal,  que é a presença do Salvador Jesus. 

Na gruta, em lugar do boi, colocaremos a força da bondade renovada; em lugar das ovelhas, colocaremos a mansidão, a ternura e os sentimentos de paz. Substituiremos o burrinho pela generosidade, pelo serviço gratuito. 

Em lugar da estrela,  colocaremos  bem alto a esperança; em lugar do feno,  o perdão e a  gratidão. Em lugar dos anjos,  colocaremos todos os gestos de solidariedade de nossos amigos, sua compreensão, paciência e amizade. 

Em  lugar dos pastores, deixaremos entrar todas as pessoas de boa vontade, todos os que não perderam a sensibilidade, os que não abandonaram os valores da simplicidade e do afeto. 

Vamos nos permitir  ouvir os lamentos e gritos de socorro na busca da  paz de todos os angustiados, dos violentados e  dos tristes no lugar dos cantos de glória.

 Em lugar do silêncio, ouviremos a suave declaração de Deus: “vós sois meus amados e escolhidos em quem deposito minha afeição e  amor”. 

Em lugar dos reis magos, veremos chegar os profetas desse tempo, (vindos de muitos lugares), carregados de presentes do ouro da firmeza, dos valores imutáveis e incorruptíveis.

 Sim, veremos chegar os amigos e amigas trazendo a mirra (perfume) o bálsamo do consolo, da solidariedade e da amizade sincera e verdadeira.

Veremos, com muita alegria, chegar, em lugar dos magos trazendo incenso, os homens e mulheres carregados de fé e respeito pelos valores transcendentes, oferecendo seu culto ao único Deus e Senhor da história, Jesus Cristo. 

Assim cada um de nós terá construído o seu presépio.

E nele desejaremos encontrar mais uma vez, com realismo e simplicidade, a declaração vinda do céu “glória a Deus no céu e paz na terra aos homens amados e queridos por Deus.” 

Só assim poderemos viver o espírito de Natal,   vida nova, pois Natal  é recomeço de caminho; é viver em família e como família e, acima de  tudo,  é reencontrar a presença amorosa e amiga de Deus, na pessoa dos  amigos; é  reencontrar Belém bem perto de nós, ou ainda melhor, dentro de nós. 

O  dia de Natal acontecerá todos os dias, se vivermos no amor e a amizade com Deus. 

Todos os dias em que buscarmos anunciar a paz e a promovermos, será Natal. 

O mundo clama por esse Natal, pelo ambiente e pela concretização das promessas do Natal. Para que isso aconteça, acendamos as luzes de nossa fé, acendamos as luzes da esperança, da misericórdia e do perdão e façamos como os pastores de outrora que encontraram Belém e saíram para contar tudo o que ouviram e viram. Assim será Natal hoje e sempre!

Pe. Xiko, SAC



 

 



Publicação: Em 29/12/2017 às 08:32h < Voltar para os Artigos

Deixe seu comentário:

LEMA DE SACERDÓCIO:

"Eu, o senhor, chamei-te realmente, eu te segurei pela mão, eu te formei e designei para seres a aliança com os povos, a luz das nações, para abrir os olhos aos cegos, para tirar do cárcere os prisioneiros e da prisão aqueles que vivem nas trevas" (Is.42,6).

contato@pexiko.com.br
Todos os direitos reservados www.pexiko.com.br © 2013
Desenvolvido por: