ARTIGOS DO PADRE XIKO

< Voltar para os Artigos

Uma oportunidade para mudar

Uma oportunidade para mudar

Aproximam-se as eleições em nível nacional e estadual e nossas preocupações com a situação vigente do país aumentam a cada dia. O que fazer? Como votar?  

Queres ajudar a mudar o Brasil? Queres um país digno? Então agora é a hora de nossa participação. 

A crítica é importante e mesmo necessária, mas as atitudes são extremamente importantes e decisivas. 

Temos uma oportunidade para salvar o Brasil, ou ao menos tentar, mais uma vez, investir em novas lideranças que acreditamos serem merecedoras de nossa confiança.  

Penso que é o melhor ou, talvez, o único caminho para chegarmos ao novo Brasil, ao Brasil, onde possamos nos sentir amados e representados. 

Creio que todos nós queremos um país democrático, sem donos e sem salvadores da pátria. Vai depender de nossa consciência e de nossa responsabilidade conduzir ao Congresso e à Presidência da República cidadãos que verdadeiramente amem e respeitem nosso querido Brasil, não só as leis, mas o povo brasileiro, nossa história e nossa vocação. 

Com certeza, um novo Brasil vai depender da seriedade de nosso voto e da superação dos fanatismos, dos interesses pessoais e da coragem de cobrar coerência e fidelidade aos princípios assumidos em campanha. 

Precisamos dar especial importância à escolha do novo Congresso, pois adiantará pouco escolher um presidente com boas intenções e até qualidades, se não tivermos um Congresso capaz de cobrar responsabilidades e fiscalizar as ações dos mandatários.

 Precisamos eleger um Congresso cujos membros sejam capazes de pensar além do próprio partido; que sejam capazes de pensar na sociedade e no bem comum, fazendo dos partidos apenas instrumentos para servir e não para servirem-se do Brasil. 

No próximo sistema político o Congresso Nacional deve ser decisivo para sustentar um programa de governo, caso contrário, continuaremos com o espetáculo da compra e venda de cargos, de negociações nebulosas para atingir interesses de alguns. 

É preciso, sim, seriedade e competência para não cair no descrédito do povo.

O pessimismo para com a classe política tomou conta, mas não há outro caminho democrático que não seja via eleições, e não há país sem governo, e o governo, na democracia, é escolhido pelo povo, portanto por nós.

 Omitirmo-nos, significa perder o direito à crítica  e  favorecer o atual estado de coisas.  

Convido-os a nos unir na busca de eleger um presidente e um Congresso mais parecido  com  os anseios de nosso povo; mais sensíveis ao sofrimento e à alma de nossa gente, capazes de levar em conta as urgências de nossa sofrida e desamparada sociedade.

 Unamo-nos como família brasileira, para que nos próximos anos, tenhamos menos decepções e mais alegrias, menos injustiça social, mais empregos, menos fome, mais educação, menos violência, mais vida e menos morte. 

É ilusão? Prefiro iludir-me.

 É possível.  Desejo ver! Eu tomarei esse caminho.

Pe. Xiko,SAC



Publicação: Em 15/06/2018 às 09:50h < Voltar para os Artigos

Deixe seu comentário:

LEMA DE SACERDÓCIO:

"Eu, o senhor, chamei-te realmente, eu te segurei pela mão, eu te formei e designei para seres a aliança com os povos, a luz das nações, para abrir os olhos aos cegos, para tirar do cárcere os prisioneiros e da prisão aqueles que vivem nas trevas" (Is.42,6).

contato@pexiko.com.br
Todos os direitos reservados www.pexiko.com.br © 2013
Desenvolvido por: