ARTIGOS DO PADRE XIKO

< Voltar para os Artigos

Fazer da vida um caminho de felicidade

Fazer da vida um caminho de felicidade

A vida é um dom que recebemos, um presente que ninguém pediu, não planejou e, possivelmente, nem mereceu. Foi-nos doada misteriosamente. 

  Não escolhemos o tempo, nem as circunstâncias em que gostaríamos de viver; não escolhemos os pais, nem a condição social, nem o país, muito menos fomos nós que escolhemos as pessoas de nosso tempo, nascer neste ou naquele lugar, dia ou de noite. 

Não escolhemos o dia, nem a hora para nascer.

 Não escolhemos, nem sequer  o próprio  nome. 

 Portanto, viemos ao mundo gratuitamente, fomos acolhidos no mundo. No entanto, se não pudemos escolher a vida,  podemos, sim, escolher o caminho, que desejamos dar à nossa vida, a  direção e o sentido que queremos dar à nossa história.

 Podemos aceitar generosamente a vida que recebemos e fazer dela, realmente, um verdadeiro presente  que mereça uma história de realização e felicidade, ou, então, podemos  desperdiçá-la e  jogá-la ao vento.

 Podemos fazer daqueles, que não escolhemos, que são os nossos pais, e torná-los  escolhidos, parceiros e, sobretudo, os amores mais especiais de nossa vida, os tesouros mais importantes e mais preciosos. Isto sim, depende de nós!

Se não podemos escolher os irmãos de sangue, pois esses nos são dados,  podemos torná-los verdadeiros irmãos,  pelo amor e pela amizade, na convivência do dia a dia. 

Podemos, sim, escolher onde queremos desenvolver nossa vida, se não podemos escolher os irmãos, podemos escolher aqueles que podem preencher nossas vidas, pela amizade, pelo carinho, como por exemplo, os nossos amigos e confidentes, fazê-los tão irmãos, como se tivessem nascido do mesmo ventre. 

Se não nos coube escolher o tempo em que gostaríamos de viver, podemos fazer desse tempo o melhor tempo para a nossa vida. Claro, não nos foi dada a liberdade de escolher o país, em que preferíamos viver, no entanto, podemos, sim, fazer de nosso país o lugar preferido  para  viver. 

Não tivemos a escolha de nossa etnia, de nossa condição social, mas, com certeza, podemos fazer de nossa raça e de nossa condição um caminho e, até, uma missão para construir um mundo de fraternidade e de solidariedade. 

Não tivemos a liberdade de escolher o tipo de pessoas que vão  viver no mesmo tempo que nós, porém podemos, com certeza, fazer das pessoas  que vivem neste tempo irmãos e irmãs  e companheiros de caminhada.

Não escolhemos a cultura que, talvez, gostaríamos de ter no país onde vivemos, mas podemos fazer dessa que temos,  a cultura da justiça, do respeito e do amor e da paz. 

Portanto, se nem tudo podemos escolher, escolhamos viver bem neste tempo, com a cultura e as pessoas que nos foram dadas também como presente, pois este é para nós o verdadeiro tempo.

Pe. Xiko, SAC



Publicação: Em 23/12/2017 às 19:12h < Voltar para os Artigos

Deixe seu comentário:

LEMA DE SACERDÓCIO:

"Eu, o senhor, chamei-te realmente, eu te segurei pela mão, eu te formei e designei para seres a aliança com os povos, a luz das nações, para abrir os olhos aos cegos, para tirar do cárcere os prisioneiros e da prisão aqueles que vivem nas trevas" (Is.42,6).

contato@pexiko.com.br
Todos os direitos reservados www.pexiko.com.br © 2013
Desenvolvido por: