ARTIGOS DO PADRE XIKO

< Voltar para os Artigos

Buscarei

Buscarei 

Buscarei fazer de 2018 o melhor ano de minha vida. 

Como sempre, colocarei Deus em primeiro lugar e, em segundo, o ser humano: todas as pessoas, as crianças, os velhos, os irmãos de caminhada, meus irmãos e suas necessidades.

 Buscarei ser consciente, otimista, corajoso, alegre e fazer dos desafios oportunidades de amadurecimento e motivo de comunhão com Deus e com os irmãos. 

Não buscarei escolher os caminhos, mas procurarei discernir quais são os caminhos que me estão reservados. 

Buscarei, com simplicidade e honestidade, ser fiel aos compromissos assumidos, sendo exigente comigo mesmo.  

Buscarei, com muita decisão, não fazer nenhuma concessão à preguiça, ao comodismo, à mediocridade e ao superficial. 

Buscarei, até com teimosia, superar todo o tipo de preconceito e discriminação. 

Buscarei dar grande importância ao cultivo e a promoção da paz tanto interior, como nos ambientes.

 O amor será sempre a regra de ouro, nada acima dele, até porque Deus é   amor e O amor.  

Buscarei, mesmo que silenciosamente, valorizar cada gesto de generosidade e carinho.

 Buscarei fazer da simplicidade e da humildade um programa de vida; deixarei espaço para a boa leitura; para os amigos, sempre haverá tempo e lugar. 

Os sofredores e os pequeninos (de todos tipos) terão um lugar predileto no lado esquerdo do meu coração; o silêncio encontrará tempo reservado, para isso não haverá tolerância para as desculpas de trabalho ou qualquer outra razão.  

As festas com os amigos, os aniversários estarão na agenda. 

Não esquecerei o bom vinho, de preferência com os amigos.

 Buscarei não deixar nenhum espaço para o rancor, mágoas e tristezas, a não ser aquelas que fazem parte natural da vida.  

Buscarei desenvolver a consciência dos limites da idade, aceitando-os como processo natural da vida, mas sem me acovardar ou usá-los como desculpas para não crescer. 

Não aceitarei negociar a honestidade, nem aceitarei pacificamente, como modelo, a sociedade líquida, muito menos a sociedade alternativa ou pós verdade. 

Por fim, buscarei viver 2018, com normalidade, valorizando com muito carinho os cristãos leigos e leigas, sujeitos e protagonistas da Evangelização. 

Aliás,  buscarei ser eu mesmo, só!

Pe. Pe. Xiko, SAC



Publicação: Em 16/02/2018 às 00:00h < Voltar para os Artigos

Deixe seu comentário:

LEMA DE SACERDÓCIO:

"Eu, o senhor, chamei-te realmente, eu te segurei pela mão, eu te formei e designei para seres a aliança com os povos, a luz das nações, para abrir os olhos aos cegos, para tirar do cárcere os prisioneiros e da prisão aqueles que vivem nas trevas" (Is.42,6).

contato@pexiko.com.br
Todos os direitos reservados www.pexiko.com.br © 2013
Desenvolvido por: